4 dicas para quem quer contratar um seguro de saúde | Opinião – *Joana Faria

O acesso a assistência médica imediata, numa rede privada, num momento de urgência, a preocupação com a saúde, a necessidade de prevenção, a independência em relação ao Serviço Nacional de Saúde são apenas algumas das razões que o podem levar a contratar um seguro de saúde para si e para a sua família. Mas, em tempos de incerteza como este em que vivemos, como ter a certeza de que escolhemos o melhor seguro de saúde para aqueles de quem mais gostamos?







Neste artigo, damos 4 dicas para o ajudar a escolher o melhor seguro para si e para a sua família.

1 – Fique atento às coberturas.

O mercado segurador tem evoluído e tem diversificado as coberturas que se encontram incluídas nos seguros de saúde: hospitalização, ambulatório, parto, estomatologia, subsídio diário de hospitalização, doenças graves, próteses e ortóteses oculares, medicamentos, etc. Naturalmente, quantas mais coberturas e capital têm cada uma delas, mais encarece o prémio a pagar.

2 – Reembolso ou assistência.

Se o seu médico de referência não pertence à rede convencionada ou se vive numa zona com pouca cobertura de rede, deve optar por um seguro com maior percentagem de reembolso fora da rede. Sabia que a percentagem de reembolso fora da rede pode ir até aos 90%??? É um processo muito simples: pagar a totalidade, pedir fatura, enviar para a seguradora e esperar pelo reembolso. Hoje em dia, com as app´s e o envio de faturas através das mesmas, os reembolsos são pagos em dois ou três dias.
Se vive numa cidade com boa cobertura de rede ou se optar por ir a uma clínica da rede convencionada, só vai despender de um valor fixo, o chamado co-pagamento.

3 – Observe os períodos de carências.

Todos os seguros de saúde e todas as suas coberturas têm um período de carência, ou seja, durante este período não vai usufruir das vantagens de efetuar o co-pagamento, exceto em caso de acidente. No entanto, pode sempre usufruir de um desconto de acesso à rede, pelo facto de já possuir o seu seguro.
Se está a pensar em engravidar, deve ter em conta que a cobertura do parto tem uma carência que ronda cerca de um ano, na maioria das seguradoras.

4 – Serviços de assistência sem sair de casa.

A maioria dos seguros disponibilizam medicina online e médico e enfermeiros ao domicílio. Com estes serviços, com um co-pagamento, pode consultar um médico ao telefone ou vídeo chamada e receber a receita comodamente, sem sair do seu local de conforto. Se, não se puder deslocar, e houver necessidade de ser visto por um médico, ele pode ir até a sua casa. Estes serviços permitem que possa resolver rapidamente algum problema ou ver esclarecida alguma dúvida, sem estar em filas de espera e sem ter de se deslocar para algum lado.

*Joana Faria é Diretora da DS SEGUROS – Peso da Régua

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin