Atividade do INMLCF assegurada durante o período de pandemia

O Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses ativou o seu plano de contingência em março de 2020 e, de novo, em janeiro de 2021, estando atualmente em atividade pericial normal.
18 ago 2021, 12:44




Amostra de laboratório

Durante todo o período de pandemia, o Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF) não encerrou quaisquer serviços da sede, delegações ou dos Gabinetes Médico-Legais e Forenses.Face ao aumento do número de cadáveres, em janeiro de 2021, necessitou de reforçar a capacidade de frio através do aluguer de contentores frigoríficos em 17 serviços médico-legais, permitindo que os corpos fossem preservados nas melhores condições.Em Lisboa, local onde a acumulação de corpos foi maior, para além das 56 câmaras frigoríficas e de dois contentores frigoríficos na Delegação do Sul do INMLCF, foi pedido o apoio do camião frigorífico da Proteção Civil, que foi colocado na Academia Militar. A normalização da situação de inumação/cremação dos corpos já levou à sua retirada.O INMLCF criou, entretanto, um Laboratório de Virologia que foi credenciado e integrou a Rede Portuguesa de Laboratórios para o Diagnóstico Laboratorial da COVID-19 e que está a funcionar normalmente.Durante o período de pandemia tem havido uma articulação muito próxima entre os procuradores e os médicos do INMLCF com vista à obtenção do máximo de informação possível antes da tomada de decisão quanto à realização da autópsia médico-legal por parte do Ministério Público.Em situações em que as autópsias não puderam ser dispensadas realizaram-se as chamadas virtópsias – ou autópsias virtuais -, um método validado cientificamente que consiste no estudo imagiológico do cadáver sem necessidade da sua abertura. Até ao momento foram realizadas 45 virtópsias.A Comissão de Acompanhamento Médico-Legal da COVID-19 do INMLCF apresentou múltiplas orientações internas e sugestões à Direção-Geral de Saúde (DGS) durante todo o tempo de pandemia, o que se revelou da maior importância para o controlo da situação.



Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin