Valor do metro quadrado sobe na avaliação bancária de imóveis

Avaliações bancárias elevaram o valor mediano do metro quadrado da habitação em Portugal em 11 euros no mês de Março, em relação a Fevereiro. A informação é do Instituto Nacional de Estatística (INE), que apurou 25 mil avaliações bancárias e identificou que o preço mediano do metro quadrado no mês de Março atingiu os 1.185 euros.

Em termos de variação homóloga, em comparação a Março de 2020, a taxa de variação situou-se em 6,8%, o que representa o maior crescimento percentual homólogo desde Agosto do ano passado. Vale destacar que a valorização anual registada em Fevereiro já estava em 5,7%.

De acordo com o estudo, o valor mediano dos apartamentos ficou em 1.300 euros por metro quadrado. Já as moradias, foram avaliadas pelos bancos em 991 euros por metro quadrado, em média.

Um dado interessante na investigação são as diferenças entre regiões. Na área Metropolitana de Lisboa, no Algarve e na Região Autónoma da Madeira, por exemplo, os valores de avaliação estão superiores à mediana do país 32%, 29% e 2%, respectivamente.

Já as regiões de Beiras e da Serra da Estrela, segundo o INE, apresentaram os valores mais baixos em relação à mediana do país (-43%).

A área Metropolitana de Lisboa, está com o valor mediano dos apartamentos mais elevado do país, avaliado em 1.569 euros o metro quadrado, enquanto a região do Alentejo está com a avaliação mais baixa, 864 euros o metro quadrado.

Com relação à alta nas avaliações, a mais expressiva foi identificada no Norte, com 8,7%, e o menor crescimento foi observado no Alentejo, com 0,6%.

A região do Algarve tem as moradias com a avaliação mais alta do país, 1.620 o metro quadrado, seguida da Área Metropolitana de Lisboa, com 1.550 euros o metro quadrado. A região do Centro tem as moradias com a avaliação mais baixa, com 818 euros o metro quadrado.

Ainda no caso das moradias, o Alentejo apresentou o maior crescimento nas avaliações bancárias (10%) e a menor alta ocorreu no Algarve (3,6%).

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin