Biblioteca da DGRSP homenageia Maria Amélia Vera Jardim

A Biblioteca Maria Amélia Vera Jardim destina-se preferencialmente aos colaboradores da DGRSP, embora também esteja aberta ao público em geral para consulta presencial.
28 mai 2021, 14:43




Cerimónia de inauguração da Biblioteca Maria Amélia Vera Jardim

Foi esta sexta-feira inaugurada a Biblioteca Maria Amélia Vera Jardim, nas instalações da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), na Rua Brancamp, numa cerimónia que contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Justiça, Mário Belo Morgado, em representação da Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.Na nota lida em seu nome pelo Secretário de Estado Adjunto e da Justiça, durante cerimónia de inauguração, a Ministra da Justiça agradeceu ao Diretor-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, Rómulo Mateus, o empenho em homenagear Maria Amélia Vera Jardim, “associando o seu nome à biblioteca da DGRSP”, destacando o percurso profissional e o trabalho deixado pela jurista.“Uma pioneira destemida da ‘probation’. Uma intelectual honesta, que defrontou muitos desafios dogmáticos, mas que nunca perdeu o sentido pragmático, de uma certa cultura penológica anglo-saxónica, bem presente na escolha que fez dos institutos penais que estudou, divulgou e defendeu: o regime de prova, o trabalho a favor da comunidade, a liberdade condicional e a vigilância eletrónica”, apontou Francisca Van Dunem no seu discurso.Integrada na Divisão de Documentação e Arquivo, a Biblioteca da DGRSP recolhe, preserva, trata, valoriza e divulga o património bibliográfico na área do Direito Penal e Penitenciário, Direito de Menores, Justiça Juvenil, Reinserção Social entre outras, de acordo com as normas biblioteconómicas nacionais e internacionais.O acervo bibliográfico existente é formado pelos fundos documentais de organismos extintos, como a Direcção-Geral dos Serviços Prisionais, Direcção-Geral de Reinserção Social, Instituto de Reinserção Social, Refúgio da Tutoria Central da Infância de Lisboa, Institutos de Criminologia, entre outros Centros Educativos e antigos Estabelecimentos Prisionais.A atual biblioteca reúne cerca de 7.000 monografias e 300 títulos de publicações periódicas, alguns dos quais únicos no país. Destaque para a área de Estudos com aproximadamente 1.000 títulos, incluindo teses, estudos académicos, e relatórios de estágio e trabalhos de grupo realizados na instituição, no âmbito da cooperação da DGRSP com outras instituições.Tem como principal objetivo apoiar a direção e os técnicos que trabalham nas diferentes áreas orgânicas, direito penal, direito penitenciário, reinserção social e justiça juvenil na recolha de toda a documentação, informação, legislação e doutrina necessárias para a tomada de decisão. Destina-se, ainda, a manter atualizada a base de dados relativa a protocolos celebrados entre a DGRSP e entidades externas.Embora preferencialmente destinada aos utilizadores da instituição, está aberta ao público em geral, das 9h30h às 17h30, para consulta presencial.Consulte o catálogo bibliográfico neste link.



Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin