Dia Mundial da Tartaruga: SEA LIFE celebra o dia dando nova vida aos descartáveis COVID-19

dia internacional da tartaruga

A pandemia de COVID-19 veio acentuar de forma drástica o uso de materiais descartáveis. Na continuação das diversas iniciativas de sustentabilidade e conservação que tem vindo a promover, o SEA LIFE Porto aproveitou a reabertura das suas portas e o Dia Mundial da Tartaruga para consciencializar a população para o impacto do plástico e do desperdício nos ecossistemas.

A partir de hoje, para além de ser possível ter a experiência fantástica de alimentar a tartaruga-verde, Mariza, e da habitual exposição de milhares de criaturas, os visitantes do SEA LIFE Porto vão poder encontrar um aquário cujos habitantes foram criados a partir de material descartável usado no combate à pandemia. Desde peixes feitos a partir de máscaras, frascos e zaragatoas a estrelas-do-mar criadas a partir de luvas e garrafas de gel desinfetante, passando por outras criaturas que nasceram da reutilização de aventais, mangas cirúrgicas, toucas e sacos descartáveis para pés.

Para Rui Ferreira, diretor geral do SEA LIFE Porto, “o impacto dos materiais descartáveis no nosso ecossistema é cada vez maior. Em 2019, sentimos uma grande mudança no comportamento das pessoas e vários estudos demonstraram que a sociedade começou finalmente a perceber o impacto das nossas escolhas. Infelizmente, com as necessidades criadas pela pandemia, voltamos a aumentar o uso dos materiais descartáveis e esta exposição serve para alertar para o potencial perigo deste consumo massificado. Não havendo alternativa, é fundamental que estes materiais acabem nos locais apropriados para o efeito e não no fundo dos oceanos”.

LEIA TAMBÉM: Lixo marinho: projeto liderado pela Universidade de Coimbra revela eficácia de drones “low-cost” no combate ambiental

No dia Mundial da Tartaruga será ainda inaugurada uma escultura criada a partir de resíduos

Simultaneamente, para celebrar este dia Mundial da Tartaruga, o SEA LIFE Porto inaugura uma nova escultura no seu parque exterior. A Oceana resulta de uma parceria entre o projecto Mar de Experiências e o SEA LIFE Porto e tem como objetivo sensibilizar a população para a poluição ambiental, promovendo a reflexão sobre as consequências dos comportamentos humanos no bem-estar animal e na biodiversidade. Inspirada num dos animais que mais sofrem com a poluição marítima, a tartaruga Oceana foi integralmente construída a partir de lixo recolhido nas praias. De entre a grande variedade de resíduos recolhidos e usados na peça, salienta-se um dos mais tóxicos detritos presentes nas nossas praias: as beatas de cigarro. Num minucioso e paciente trabalho de reutilização, milhares de beatas foram abertas e coladas de forma a criar uma nova textura. Igualmente simbólica é a corda na barbatana da Oceana que representa as diferentes formas como podemos ter um impacto negativo na vida marinha, em particular o sofrimento que, por vezes mesmo inconscientemente, infligimos aos animais.

dia internacional da tartaruga

Para mais informações:

Bárbara Gonçalves

t. +351 22 618 04 51

m. + 351 91 028 01 54

[email protected]

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin