FCT NOVA abre primeira escola de executivos de tecnologia em Portugal

Aperfeiçoar o pensamento sistêmico reflexivo, crítico e colaborativo para criar e moldar os líderes do futuro, tendo como base a tecnologia enquanto acelerador para o desenvolvimento económico e social. Essa é a missão da recém criada Escola de Executivos de Tecnologia. O projeto da NOVA School of Science and Technology (FCT NOVA), uma das principais faculdades de Engenharia, Ciências e Tecnologia de Portugal, parte da ideia que a sociedade e a economia mundial exigem cada vez mais da tecnologia e da ciência, e que o desafio criado pelo atual ambiente em rápida mudança implica uma maior agilidade das empresas e dos respetivos líderes.

A Escola de Executivos de Tecnologia da FCT NOVA é inspirada na formação de faculdades de referência como o Massachusetts Institute of Technology (MIT), e as universidades de Stanford e Cranfield. A formação é sobretudo prática, orientada às necessidades das empresas, com o corpo académico da faculdade e oradores de empresas e instituições nacionais e internacionais. Os docentes da FCT NOVA, Elvira Fortunato e António Grilo, entre outros, integram o elenco de reconhecidos académicos que estão a coordenar e a lecionar os primeiros cursos de arranque desta nova Escola de Formação de Executivos.

Os cursos da Escola de Executivos da FCT NOVA serão ministrados em formato presencial e híbrido, no campus da Caparica e no campus de Campolide, recorrendo sempre que necessário aos mais de 100 laboratórios da Faculdade para que os participantes possam vivenciar e experimentar o processo laboratorial inerente à inovação tecnológica e científica.

Para o diretor da FCT NOVA, Virgílio Cruz Machado, o lançamento da primeira Escola de Executivos de Tecnologia em Portugal é um motivo de orgulho. “Esta não é uma escola de executivos usual, nasce da faculdade portuguesa líder em investigação aplicada, o que é visível em várias dimensões: concentramos o maior número de centros de investigação, de projetos europeus e o de intervenções em CoLabs (laboratórios colaborativos com a indústria); e de bolsas atribuídas pelo European Research Council. O foco na formação na gestão da inovação, da ciência e da tecnologia, complementa as dimensões verticais nos mais variados domínios da interação entre a ciência e a tecnologia. Este é mais um passo que damos no sentido de continuar a contribuir para a formação de excelência ao longo da vida dos líderes de amanhã”, destacou Virgílio Machado.

A Escola começou com a pós-graduação esgotada em ‘Lean for Operational Excellence’, que retorna para uma nova edição em outubro de 2021.

Mais informações  sobre os cursos da Escola de Executivos da NOVA School of Science and Technology estão no link: execed.fct.unl.pt

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin