Foco, coragem e persistência, e o resto o Tempo traz | OPINIÃO – *Carla Paião

Aprendi que nos libertamos quando libertamos o outro.

Aprendi que a nossa dor é curada quando curamos e compreendemos a dor do outro.

Aprendi que quando agradecemos tomamos consciência da importância que o outro tem na nossa vida e pensamos em aspetos que frequentemente nos passam despercebidos.

Percebi que cada um e cada qual tem um papel bem definido na nossa vida, pode ser o de nos fazer chorar e sofrer, arrepender e frustrar mas, ainda assim, o resultado final é sempre o nosso crescimento enquanto seres humanos.

Percebi, também, que quem mais critica e “ataca” mais carente parece ser de amor.

Deixo a sugestão de um filme poderosíssimo: “Poder Além da Vida”.

Tudo tem um propósito.

A jornada é o momento certo para ser feliz, para vibrar, para sentir amor.

Descobrir “que as pessoas mais difíceis de amar são precisamente aquelas que mais precisam de amor”.

A importância do Agora.

O dia que conta é hoje, sempre o dia de hoje.

Aceitar que tudo pode falhar, nós falhamos, saber que podemos falhar, nós erramos. Admitir, aceitar, corrigir e aprender.

Não existe vitória nem perfeição.

É normal falhar. Precisas de falhar. A verdadeira coragem do ser humano reside na sua vulnerabilidade.

A todo o momento está algo a acontecer, o mundo é movimento, e o nosso propósito está sempre lá.

Começa. Age. Acredita naquilo que amas. Encontra o amor naquilo que fazes. A vida é uma escolha, podemos decidir ser vítimas ou guerreiros.

Ser Feliz é sonhar durante toda a jornada, acreditar que pode acontecer.

O que controlas? O que não controlas?

O que te domina e ocupa as tuas energias é o que controlas ou o que não controlas? Importância daquilo que Tu queres?

O que Te faz feliz a Ti?

*Carla Paião, coach de reconexão e desenvolvimento pessoal. Analista Comportamental.

https://www.facebook.com/descomandate/

 

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin