Procura de imóveis online cresceu no segundo confinamento

iad portugal
A iad (França) iniciou a sua internacionalização com a criação da iad Portugal em 2015

Com a pandemia, os portugueses tiveram de enfrentar uma nova realidade e forma de viver. O digital passou a fazer cada vez mais parte da rotina de todos e isso não foi exceção no que diz respeito à procura de uma nova casa. Se no primeiro confinamento, entre março e maio do ano passado, a iad Portugal registou uma quebra de procura na ordem dos 30%, a tendência inverteu-se no segundo confinamento.

Entre janeiro e abril deste ano, a rede de consultores imobiliários independentes registou um crescente aumento na procura de imóveis. Em relação ao período homólogo, a iad Portugal registou um crescimento na ordem dos 60%, tanto em leads (pedidos de contacto) provenientes dos portais imobiliários, como em visitas ao site oficial da rede.

Além disso, março de 2021 foi o mês em que a iad Portugal registou mais leads desde a sua chegada ao nosso país. Por outro lado, abril foi o melhor mês de sempre em termos de tráfego no site iadportugal.pt. O que revela que os portugueses estão claramente a preferir o digital para procurar novas casas.

“Estes dados revelam, por um lado, as tendências de pesquisa dos compradores nacionais e estrangeiros entre ambos os confinamentos. Se, no primeiro confinamento, foi evidente que a procura se retraiu, o segundo testemunhou um apetite muito maior pela mudança de casa, por motivos óbvios, provando igualmente que o presente e o futuro assentam numa maior aposta e confiança nos canais digitais, bem como na desmaterialização dos negócios e dos processos que puderem ser desmaterializados”, afirma Alfredo Valente, CEO da iad Portugal.

Este crescimento revela-se ainda no desenvolvimento da rede. Em fevereiro, a iad Portugal registou um número recorde na integração de novos consultores imobiliários num só mês, provando que o interesse pela profissão e por este modelo de negócio digital continua a atrair os portugueses. Os pedidos de contacto de candidatos via canais digitais foram de +90% em abril de 2021 (em comparação com abril de 2020).

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin