Número de testes no NET.mede aumenta 57% no 1.º trimestre de 2021

No 1.º trimestre de 2021, foram realizados no NET.mede cerca de 492 mil testes à velocidade dos acessos à Internet, em média 5466 testes diários, dos quais 76% realizados em acessos fixos nacionais de clientes residenciais e 18% em acessos móveis. Os restantes testes provieram de acessos identificados como não residenciais (6%), associados a operadores estrangeiros (0,1%) ou, ainda, indefinidos (1%).

O número de testes aumentou notoriamente face ao trimestre anterior (mais 57%), e face ao trimestre homólogo (mais 72%), influenciado pela alteração de comportamento dos utilizadores de Internet na sequência da pandemia da COVID-19, notando-se que o 1.º trimestre de 2021 foi especialmente marcado pelo dever geral de recolhimento domiciliário, teletrabalho obrigatório e ensino à distância.

O período da tarde foi o momento preferencial para a realização dos testes, seja em acessos fixos residenciais ou móveis, com maior incidência entre as 15 e as 21 horas. Estes resultados diferem do observado no trimestre homólogo, entre as 18 e as 22 horas, devido à alteração do comportamento dos utilizadores de Internet provocado pela pandemia COVID-19.

A maior parte dos concelhos de Portugal registaram testes à velocidade

Entre os 308 concelhos de Portugal, 307 concelhos tiveram testes de velocidade associados em acessos fixos residenciais e 301 concelhos em acessos móveis.

As regiões da Área Metropolitana de Lisboa e Norte registaram o maior número de testes no caso dos acessos fixos, e as regiões Norte e Centro no caso dos acessos móveis.

Lisboa foi o concelho com o maior número de testes à velocidade no 1.º trimestre de 2021, independentemente de se tratar de acessos fixos residenciais ou acessos móveis.

Principais resultados, 1.º trimestre de 2021.


Consulte o relatório estatístico:

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin