‘Turismo: retorno extremamente necessário’ | OPINIÃO – *Gabriel Gomes

A verdade é que, apesar da situação terrível que o mundo se encontra, se não nos mexermos, vamos acabar por não morrer da causa, mas, sim, da cura.

Quem sobrevive do turismo está em maus lençóis desde que as primeiras restrições foram impostas.

Acredito que, apesar de o vírus da Covid-19 ainda estar bastante ativo em vários países, se as pessoas não voltarem a se movimentar, o turismo vai correr grandes riscos de acabar.

Digo isso porque, uma vez que, mesmo depois das restrições acabarem, se os operadores de turismo deixarem de existir, vai deixar de haver quem dê resposta. Ou seja, pode haver muitos turistas, mas, se não houver infraestrutura para receber e atender os mesmos, deixa de haver produto.

É uma situação bastante delicada e perigosa, mas, havendo as devidas medidas de prevenção, acredito que o retorno às actividades turísticas seja extremamente necessário.

* Gabriel Gomes, agente turístico, Paradigmo Travel

http://www.paradigmotravel.com

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin