Os anéis do poder: o novo sucesso ou fracasso do ano?

Os serviços de Streaming de filmes e séries são, atualmente, uma das formas mais populares de entretenimentos escolhidas pelo público em geral. Juntamente com os cassinos online, como o ICE Casino online, plataformas como a Amazon contam com milhares de usuários em todo o mundo acessando seu conteúdo diariamente.

Esta popularidade está certamente relacionada com o facto de os serviços de streaming oferecerem, ano após ano, novos conteúdos aos seus utilizadores. Entre estes, muitas vezes visam o sucesso através de remakes ou spin-offs de obras de sucesso, procurando atrair os fãs já consolidados destes universos.

Porém, há vezes em que as coisas não saem exatamente como a plataforma imaginou. Este é o caso, por exemplo, da série spin-off do Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder, produzida pela Amazon e lançada no ano de 2022. É verdade que é impossível agradar a todos, porém as opiniões em relação à série estão extremadas. Uns consideram um sucesso, outros, um enorme fracasso. Vamos entender melhor este assunto nos próximos parágrafos.

Opinião da crítica sobre Os Anéis do Poder

A recepção da crítica em relação a série baseada na obra de Tolkien foi simplesmente maravilhosa. O “Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder” recebeu diversos elogios, sendo considerada uma série agradável de assistir e muito interessante.

Ao acessar o site do Rotten Tomatoes, bem popular por juntar resenhas e opiniões de especialistas e fãs em relação aos filmes e séries, encontamos uma porcentagem de 84% de críticas possitivas para a série. Ou seja, a criação de bilhões da Amazon agradou bastante os especialistas em cinema.

Opinião dos fãs

Se a crítica adorou “O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder”, a grande maioria dos fãs pensou exatamente o contrário. A série recebeu tantas críticas que, como resultado, a corporação por trás do programa optou por agir.

O bombardeio de críticas foi direcionado aos dois primeiros episódios do programa, que foram lançados simultaneamente no dia 1 de Setembro. Por causa disso, a Amazon optou por desativar totalmente as análises do programa no Prime Video, conforme observado pela Forbes.

Este desagrado em relação à série também pode ser vista no Rotten Tomatoes. Como vimos anteriormente, a avaliação de “Os Anéis do Poder” está altíssima com a opinião dos críticos, com mais de 80% de aprovação. Em relação aos fãs, porém, a aprovação está abaixo de 40%, o que indica que a maioria das avaliações dos espectadores é extremamente negativa.

Alguém provavelmente se pergunta de onde vem essa dissonância. Bem, parece haver uma série de razões pelas quais alguns fãs estão descontentes com “Os Anéis do Poder”. Algumas críticas afirmaram que a série é infiel à série original, principalmente quando se trata da representação de certos personagens (alguns dos quais são apresentados como pessoas de cor sendo que no livro elas não são).

A série, de fato, apresenta um elenco muito mais diversificado do que as adaptações anteriores, e as personagens femininas também recebem muito destaque. Alguns fãs parecem acreditar que isto difere de como os personagens são descritos na obra original de Tolkien.

Dito isto, nem toda a má recepção de O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder vem de tais lugares de malícia. Alguns acreditam que Peter Jackson, diretor dos filmes de “Senhor dos Anéis”, teve uma visão melhor para o material de origem, e os fãs têm tanto amor pela trilogia original que nada se poderia comparar. O fato do próprio Jackson ter alegado que a Amazon o deixou de fora do projeto de propósito também pode ter influenciado bastante nas opiniões negativas.

Além disso, alguns também pensam que o período de tempo em que o programa se passa não é tão atraente quanto outros referenciados nos livros. Para contextualizar, a série passa-se durante a Segunda Era da Terra-média, milhares de anos antes dos eventos de “O Hobbit”, que se passa anos antes dos eventos representados na trilogia de “Senhor dos Anéis”.

Independentemente do motivo da aversão dos fãs à série, é justo supor que o serviço de streaming não continuará a produzir a série.

A série baseada no Senhor dos Anéis foi um grande investimento para a Amazon, e os poderosos parecem bastante satisfeitos com isso. O fundador da empresa, Jeff Bezos, que forneceu notas sobre o programa, também parece estar feliz com o resultado. Com isso, seria de esperar que ele e a equipe criativa continuassem a sustentar o show de forma positiva enquanto planeiam o seu futuro.

Os primeiros episódios de “O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder” já estão disponíveis exclusivamente para assinantes do Amazon Prime. Novos episódios serão lançados às sextas-feiras como parte da programação de 2022.

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin