TAP e Governo do Amazonas negociam retorno do voo Lisboa-Manaus

O voo direto Lisboa-Manaus está prestes a ser retomado pela TAP Air Portugal. Representantes da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e executivos da empresa portuguesa estarão reunidos nesta quarta-feira (17/11), em São Paulo-Brasil, para tratar do assunto.

Manaus é a capital do Estado do Amazonas e fica na região Norte do Brasil. O destino é muito cobiçado por turistas europeus que desejam conhecer a exuberância da natureza da Amazônia, seus rios, florestas e animais. Uma experiência única na América do Sul.

Cidade que conta com mais de 2,2 miliões de habitantes, Manaus é considerada por empresários um interessante mercado consumidor para os produtos europeus. A capital do Amazonas também é conhecida por seu Polo Industrial, com destaque para o setor eletroeletrónico, de motociclos e a promissora indústria de biotecnologia.

PLANEAMENTO

De acordo com o presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, por determinação do governador do Amazonas, Wilson Lima, está em curso uma intensa articulação da entidade no cenário nacional e internacional, a fim de retomar com força total o turismo em 2022, a impulsionar a economia e gerar emprego e renda para o Amazonas.

Na avaliação da diretora de marketing da entidade, Ana Cláudia Rego, o retorno do voo da TAP é muito positivo para o aumento do fluxo de turistas europeus e para estimular toda a cadeia econômica do Estado do Amazonas. “Esse é um voo importante para o Amazonas porque gera muito mais que turismo, ou seja, setores como o comércio e indústria, por exemplo, também são impactados positivamente com esse contato mais direto com a Europa.”, explica.

O CEO da TAP Air Portugal, Mário Carvalho, lembrou que o voo Manaus-Lisboa teve início há sete anos, está interrompido, mas há esperança para retornar o trajeto. “Manaus tem um produto fantástico que é a selva, a Amazônia em geral, e que isso nos dias de hoje tem um valor muito forte, acredito que crescente. Portanto temos esperança que tão logo que possível a gente possa retornar os voos Lisboa-Manaus”, revelou.

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin