Testes rápidos de antigénio: portuguesa Biojam assegura fornecimento de um milhão por semana

testes rapidos antigenio
Além dos testes rápidos de antigénio, empresa nacional lançou 12 produtos nos últimos cinco anos

Numa altura em que estão a ser realizados uma média de 248 mil testes diários, a Biojam Holding Group estabelece um acordo com o seu parceiro sul-coreano com vista a assegurar junto de todas as entidades portuguesas uma rápida resposta à crescente procura de testes rápidos de antigénio, de uso profissional.







Esta é uma parceria que permite à Biojam, representante exclusivo dos testes rápidos de antigénio PCL COVID19 Ag Gold, colocar no mercado nacional um milhão de testes por semana, o que corresponde a 50% da capacidade de produção semanal do fabricante. Desta forma Portugal assume-se como um dos países de referência para a distribuição de testes PCL.

Com uma clara aposta na expansão e internacionalização, a nacional Biojam cria ainda em Portugal um hub logístico para fornecimento de testes COVID-19 destinados, numa primeira fase, ao mercado Ibérico (Portugal e Espanha) e PALOP.

Como explica Carlos Monteiro, CEO da Biojam Holding Group, “Portugal é hoje ponto estratégico de distribuição não só para Espanha, mas um pouco para todo o mundo e nunca descurando o mercado nacional. A Biojam possui uma posição privilegiada que permite aos seus parceiros controlar o fluxo de entrada e saída de cargas, além de garantir a rápida expedição para os vários mercados. Claro que esse é um aspeto que acaba por se refletir numa redução de custos para os parceiros e para o cliente final”.

Empresa nacional lançou 12 produtos nos últimos cinco anos, além dos testes rápidos de antigénio

Outro dos aspetos que irá contribuir para um acentuado crescimento em 2022, o qual se prevê que venha a ultrapassar os 30% verificados no ano anterior, é o facto da Biojam Holding Group, enquanto farmacêutica portuguesa, se ter revelado nos últimos anos um estratégico e sólido parceiro para quem pretende entrar em novos mercados. Não há dúvida que a segurança que damos aos nossos parceiros acaba por ser a chave do sucesso dos acordos estabelecidos nos últimos tempos“, acrescenta Carlos Monteiro.

Ainda que seja reconhecida como uma das primeiras empresas a introduzir testes COVID no mercado português, em especial os de saliva, além dos testes rápidos de antigénio, a Biojam distingue-se também por outros fatores: só nos últimos cinco anos, lançou 12 produtos na área da oncologia, anestesiologia, saúde da mulher e nutrigenómica integrada na suplementação alimentar, entre outros.

LEIA TAMBÉM: Luta contra o cancro: Startup portuguesa vence prémio internacional

Atualmente a estratégia da Biojam passa não só pelo lançamento de novos produtos, como também pela cooperação com investigadores e universidades portuguesas para a consolidação de novas terapias para infeções multirresistentes e uma aposta na inteligência artificial integrada para um diagnóstico mais precoce, fácil e célere em várias patologias.

Informações adicionais para órgãos de comunicação social:

Sónia Matos

Consultora de Comunicação

Tlm: (+ 351) 912 519 867

E-mail: [email protected]  

Partilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin